Connect with us

portal Condeúba

Gilmar Mendes suspende coleta de provas em investigação sobre Aécio

Ministro do STF havia autorizado inquérito para investigar o senador tucano. Investigação se refere a suspeita de corrupção na estatal Furnas.

A abertura do inquérito, ocorreu, segundo a defesa, somente em razão da delação do ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), que relatou a mesma suspeita sobre Aécio.

A abertura do inquérito, ocorreu, segundo a defesa, somente em razão da delação do ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), que relatou a mesma suspeita sobre Aécio.

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu nesta quinta-feira (12) a coleta de provas de uma investigação aberta sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) relacionadas a supostas irregularidades na estatal Furnas. Na mesma decisão, ele enviou o inquérito de volta ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para reavaliação.

Na quarta, o próprio Mendes havia autorizado a abertura do inquérito sobre Aécio, atendendo a pedido de Janot. Ele tem origem nas investigações da Operação Lava Jato e apura a suposta prática de corrupção e lavagem de dinheiro a partir de desvios da estatal, uma das maiores subsidiárias na Eletrobras na produção de energia.

Ministro do STF havia autorizado inquérito para investigar o senador tucano. Investigação se refere a suspeita de corrupção na estatal Furnas.

Ministro do STF havia autorizado inquérito para investigar o senador tucano. Investigação se refere a suspeita de corrupção na estatal Furnas.

No despacho em que suspendeu a realização de diligências na investigação, Gilmar Mendes levou em conta informações prestadas pelo senador sobre a suspeita de que receberia propinas, por intermédio de um ex-diretor de Furnas – Dimas Toledo –, a partir de dinheiro desviado em contratos com empresas terceirizadas.

A defesa de Aécio sustenta que uma investigação sobre o caso já havia sido arquivada pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato, por se basear apenas em declarações do doleiro Alberto Youssef, que apenas teria ouvido falar do envolvimento do nome do senador em corrupção em Furnas, “sem conhecimento pessoal de fatos”.

Fonte: G1

Continue Reading
You may also like...

Deixe seu comentário

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

More in

To Top
seja bem vindo no watzap do portal condeuba