Connect with us

Portal Condeúba

politico

Waldenor participa de Fórum Regional sobre avanços dos agentes comunitários e de endemias em Guanambi

Na última quarta-feira (10), o deputado federal Waldenor Pereira esteve presente no 1º Fórum Regional de Debate sobre os avanços e lutas das categorias dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias, que aconteceu em Guanambi. O evento reuniu lideranças nacionais e estaduais. Waldenor compôs, como titular, uma comissão especial na Câmara dos Deputados que emitiu parecer sobre o projeto que dispõe sobre as atribuições dos agentes comunitários de saúde e de endemias da Atenção Básica (PNAB).

O parlamentar é um dos signatários do decreto legislativo do Congresso Nacional que visa barrar a portaria ministerial do governo Temer. Na última segunda-feira (8), o presidente Michel Temer sancionou, com muitos vetos, a lei que reformula a carreira de agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias.

O deputado Waldenor garantiu, durante o evento, que vai lutar para mudar a situação. “Esses vetos vão ser derrubados, eu não tenho nenhuma dúvida. Conversei com o líder do PT, Paulo Pimenta, lá na Câmara dos Deputados e ele me autorizou a dizer que a nossa bancada vai votar para derrubar os vetos do governo federal”. Ainda durante o evento, o parlamentar foi homenageado com uma placa pela aprovação da Lei Ruth Brilhante, que define as atribuições da categoria.   fonte:folhadecondeuba

Continue Reading
You may also like...

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

More in politico

To Top