Connect with us

portal Condeúba

Palmeiras perde para Chapecoense e é muito vaiado pela torcida

Diante do pior público no ano, equipe comandada por Cuca joga mal em derrota por 2 a 0, dentro de casa

No primeiro jogo no Allianz Parque depois da eliminação precoce na Libertadores, o Palmeiras voltou a decepcionar e registrou o seu pior público em casa no ano em jogos oficiais. A derrota por 2 a 0 para a Chapecoense, neste domingo, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi acompanhada por 21.261 torcedores – antes o menor público foi de 21.488 diante do Mirassol, pelo Campeonato Paulista. Os jogadores saíram de campo sob os gritos de “time sem vergonha”.

Keno lamenta chance perdida pelo Palmeiras contra Chapecoense.
Keno lamenta chance perdida pelo Palmeiras contra Chapecoense. Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Desde a queda no torneio sul-americano, o Palmeiras ainda não venceu – na rodada anterior empatou com o Vasco – e mantém-se distante do líder Corinthians (14 pontos), com chances remotíssimas de título. Pior, tem um jogo a mais do que o arquirrival.

A derrota para a Chapecoense aumenta ainda mais a pressão em cima dos jogadores e do técnico Cuca para o clássico de domingo com o São Paulo. “Não é mole, não, muito dinheiro para pouca obrigação”, protestou a torcida.

O Palmeiras jogou muito abaixo do esperado. Apesar da posse de bola, o time não teve o controle do jogo. O domínio do Palmeiras era estéril. A equipe nada produzia no ataque e mal conseguia se aproximar do gol da Chapecoense.

A equipe catarinense se fechou na defesa à espera de uma brecha para pegar o Palmeiras desprevenido. O gol, no entanto, não veio em uma jogada de velocidade, mas sim em um lance de bola parada.

Após cobrança de falta de Reinaldo, aos 38 minutos, o grandalhão Douglas Grolli atraiu a marcação, a bola atravessou toda a área e Fabrício Bruno sobrou sozinho do lado direito para empurrar para o fundo rede.

No segundo tempo, Cuca fez três alterações (colocou Tchê Tchê, Borja e Keno) e lançou o time ao ataque, mas quem se deu melhor foi a Chape, que fez o segundo gol aos 49, com Túlio de Melo, em novo erro defensivo do Palmeiras.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 x 2 CHAPECOENSE

Gols: Fabrício Bruno, aos 38 minutos do 1º tempo, e Túlio de Melo, aos 49 do 2º tempo.

PALMEIRAS (4-3-3): Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Luan e Michel Bastos; Thiago Santos (Tchê Tchê), Moisés e Guerra; Willian (Borja), Deyverson e Róger Guedes (Keno). Técnico: Cuca.

CHAPECOENSE (4-3-3): Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo (Roberto); Luiz Antônio, Moisés Ribeiro, Lucas Mineiro; Penilla (Júlio César), Túlio de Melo e Arthur (Wellington Paulista). Técnico: Vinícius Eutrópio.

Juiz: Dyorgines Andrade (ES).

Cartões amarelos: Reinaldo, Moisés Ribeiro, Moisés, Douglas Grolli e Roberto.

Público: 21.261 pagantes (R$ 1.071.429,69).

Local: Allianz Parque, em São Paulo.

Continue Reading
You may also like...

Deixe seu comentário

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

More in

To Top
seja bem vindo no watzap do portal condeuba