Connect with us

Portal Condeúba

justiça parcial

No Brasil Editor da Istoé diz que Lula será solto em 10 dias

O diretor editorial da Editora Três, que publica a Revista Isto É, Carlos Jose Marques, postou artigo nesta sexta-feira (27) com o título “Lula solto em dez dias”. Com um tom sarcástico e texto cheio de críticas, o colunista lamenta o fato que anuncia como certo: “no próximo dia 10 de maio, até a meia-noite como prazo limite, a vacilante Corte da Segunda Turma do Supremo, com pendores a benevolência extrema fora dos autos, retira das grades o marginal Luiz Inácio Lula da Silva do PT – prontuário número 700004553820, recolhido por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha -, inaugurando assim a temporada do vale-tudo”.

De acordo com Marques, “será a decantada esculhambação geral da República, com o sepultamento da Lava-Jato, mas não tem jeito. O trio do barulho, Toffoli, Lewandowski e Gilmar Mendes, a julgar por suas últimas piruetas hermenêuticas, vai conceder”.

Com ares de tentativa de humor e certa grosseria o autor prossegue seu lamento: “Até a escultura de pedra da Justiça, que resguarda cegamente o Tribunal, sabe disso. Já na manhã seguinte, uma sexta-feira, pouco mais de um mês após ser conduzido de maneira espetaculosa a cumprir pena de 12 anos, o demiurgo de Garanhuns sai livre pela porta da frente de sua “cela” em Curitiba para deleite do lulopetismo e estupor geral”.

Leia a matéria completa em Istoé

fonte:falandoverdades

Continue Reading
You may also like...

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in justiça parcial

To Top