Connect with us

portal Condeúba

Governo

Ministério da Transparência adota sistema TáxiGov

Meta é que ferramenta ajude a reduzir em até 60% despesas relacionadas ao transporte de servidores

O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União começa, nesta quinta-feira (23), a utilizar o TáxiGov, o novo sistema de transporte de servidores públicos por meio de agenciamento de táxis.

De acordo com o cronograma, até março, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações serão as próximas instituições que a aderir ao sistema.

A ferramenta vai atender servidores e colaboradores do Executivo Federal em exercício no Distrito Federal que precisem se deslocar em função de atividades administrativas. O serviço substitui o sistema de frotas de carros oficiais.

O Ministério da Transparência será o primeiro órgão a adotar o TáxiGov fora da fase de testes. O projeto piloto teve início em 13 de fevereiro e, desde então, apenas servidores da Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP).

Antes, no mês de janeiro, a ferramenta foi adaptada. A fase de testes subsequente não se limita ao uso do sistema, mas contempla também todo o novo arranjo do modelo de transporte de servidores (processos, sistema, capacitação) e da operação centralizada do serviço.

Em relação à avaliação do serviço, os usuários fazem dar suas opiniões na própria ferramenta (aplicativo ou web). Será aplicada também uma pesquisa de satisfação junto aos servidores. Haverá, ainda, um canal específico para envio de críticas e sugestões.

Economia

Os ministérios têm um gasto anual de R$ 32 milhões com serviço de transporte de uso comum e são realizadas, aproximadamente 490 mil corridas no período. Com a utilização do táxi, a proposta é reduzir em até 60% as despesas relacionadas ao transporte de servidores – a economia estimada é de R$ 20 milhões ao ano.

A partir da implantação do TáxiGov, o Planejamento ficará responsável pela gestão do serviço que atenderá os ministérios. A estimativa é que até início de 2018 todos os órgãos da Administração Pública Federal localizados no Distrito Federal comecem a utilizar o serviço.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Planejamento

Continue Reading
You may also like...

Deixe seu comentário

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

More in Governo

To Top
seja bem vindo no watzap do portal condeuba