Connect with us

portal Condeúba

Saúde

Inaugurada em Vitória da Conquista maior UPA do interior

Um passo importante para a melhoria da assistência à saúde na terceira maior cidade do estado. Uma nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a maior do interior da Bahia até então, foi inaugurada nesta segunda-feira (22), pelo governador Rui Costa, em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Com funcionamento em tempo integral e capacidade de até 450 atendimentos diários, a unidade de saúde fez parte de uma série de ações realizada pelo Governo do Estado no município, como a autorização de convênio para produção de medicamento para tipos de câncer, a entrega de viaturas para a polícia e a liberação de funcionamento para o conjunto penal da cidade.

Somadas a obra e os equipamentos, a UPA teve um investimento de aproximadamente R$ 6 milhões e deve contribuir significativamente para descentralizar a assistência de baixa complexidade e descongestionar o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), que está em reforma, concentrando os atendimentos de urgência e emergência. As instalações no bairro Jardim Alvorada, ao lado do HGVC, foram visitadas pelo governador, que elogiou a estrutura e reforçou a importância dessa entrega.

“A UPA melhora muito o perfil de atendimento do hospital, liberando pacientes de baixa complexidade. Com isso nós vamos atender com mais dignidade o povo de Conquista e região. Esses investimentos se complementam com outros numa estratégia de regionalizar a saúde. Estamos montando no entorno de cidades como Vitória da Conquista uma estrutura de Saúde, inclusive com atendimento de alta complexidade, para que as pessoas não precisem viajar para Salvador e outras cidades maiores para receberem o atendimento que precisam”, destacou Rui.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, dos três mil atendimentos realizados por mês no HGVC, cerca de 80% são de baixa complexidade. “O que significa que estes pacientes poderiam ser atendidos em Unidades Básicas de Saúde ou UPAs, deixando assim os casos mais graves para o hospital”, explicou. Segundo a dona de casa Lourdes Maria, o reforço da nova unidade é muito bem-vindo. “Isso aqui é uma bênção. A gente às vezes sai de porta em porta nos hospitais e não é atendido, aqui vão avaliar a gente e encaminhar se for preciso. Para a gente é uma coisa muito boa”, afirmou.

Com aproximadamente 150 funcionários, a unidade dispõe de 24 leitos de observação, sendo quatro para atendimento de pacientes críticos, além de laboratório clínico e diversos equipamentos para auxiliar o diagnóstico, tais como, raio-x, oftalmoscópio, laringoscópio e eletrocardiografia por telemedicina. Os pacientes são assistidos por uma equipe multiprofissional, formada por médicos nas especialidades de clínica, cirúrgica, ortopédica e pediátrica, além de enfermeiros, farmacêutico, nutricionistas, bioquímicos, assistentes sociais e técnicos de enfermagem.

Os atendimentos são realizados de acordo com os protocolos de Acolhimento com Classificação de Risco. Este é um instrumento internacional de ordenação e orientação da assistência, sendo um sistema de regulação da demanda dos serviços de urgência e emergência. Como se trata de uma unidade de emergência, os pacientes classificados como verde ou azul são considerados não urgentes e são atendidos em tempo superior aos classificados como laranja e vermelho, cujo atendimento é imediato.

Produção de medicamentos

Ainda na área de saúde, o Governo do Estado autorizou os entendimentos entre a Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos (Bahiafarma) e o laboratório Cristália, para que produzam medicamentos para o tratamento de diferentes tipos de câncer, principalmente o de mama, e da anemia falciforme. Os medicamentos atenderão ao SUS em todo o país e poderão ainda ser exportados para países da América Latina.

O convênio prevê a construção de uma unidade industrial, em Vitória da Conquista, para a produção dos fármacos. Sairão da fábrica, subsidiária da Bahiafarma, o tamoxifeno e a capecitabina, para tratamento de tumores, e a hidroxiureia, para doença falciforme. Estima-se que sejam criados 300 postos de trabalho diretos na unidade.

“O acordo é mais um passo no processo de expansão da Bahiafarma como centro indutor de um polo industrial farmoquímico e biotecnológico no Estado”, disse o diretor-presidente do laboratório público baiano, Ronaldo Dias. “Além de representar a ampliação dessa indústria no estado, a produção desses medicamentos vai significar, para o SUS, sensível redução de custos para sua aquisição”, ressaltou.

Segundo o executivo, a hidroxiureia, inclusive, foi introduzida na lista de medicamentos estratégicos na ultima reunião do Grupo Executivo do Complexo Industrial da Saúde (Gecis), o que o coloca como potencial participante do sistema de Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs) – acordos de transferência de tecnologia entre laboratórios privados e públicos – e o qualifica para compra centralizada por parte do Ministério da Saúde. A Bahiafarma ainda pleiteia que os outros dois medicamentos passem a integrar a lista de estratégicos.

“Além da criação de empregos qualificados, haverá o domínio local de um processo tecnológico avançado e estratégico, e o Estado passará a ter uma nova e importante fonte de receita, contribuindo, ainda mais, para a descentralização do Complexo Industrial da Saúde no País”, concluiu Dias.

Segurança

Da saúde para a segurança pública, ainda no município o governador autorizou o funcionamento total do Conjunto Penal de Vitória da Conquista. Depois de reformado com recursos de aproximadamente R$ 32 milhões, o complexo ganhou 746 novas vagas e vai permitir a transferência de presos de delegacias para a cadeia pública moderna e estruturada. “Seguramente vai desafogar toda a situação prisional e, sobretudo, as possibilidades de ressocialização para que possamos devolver os pós pena à sociedade capacitados e melhorados”, ressaltou o secretário estadual da Administração Penitenciária, Nestor Duarte.

O benefício no setor também chegou para os municípios de Barra do Choça, Planalto e Mortugaba, que receberam uma nova viatura, cada, para reforço no policiamento.

Outras ações

Com agenda cheia na cidade, durante a tarde Rui Costa ainda participou da inauguração do Centro POP Adulto, um espaço de referência destinado a pessoas em situação de rua e que promove o convívio grupal, além do desenvolvimento de relações sociais entre os atendidos. De lá seguiu para o povoado de Estiva, onde inaugurou a Escola Municipal Padre Isidório, a 200ª unidade de ensino visitada pelo ele desde o início de sua gestão. Em Vitória da Conquista, o governador também visitou o Colégio da Polícia Militar, onde foi recebido por estudantes e conheceu as instalações de um projeto esportivo desenvolvido em parceria com a Superintendência de Desportos do Estado (Sudesb).


Áudio:

Confira a galeria de fotos desta notícia:

Continue Reading
You may also like...

Deixe seu comentário

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

More in Saúde

To Top
seja bem vindo no watzap do portal condeuba