Connect with us

portal Condeúba

Bahia

Embasa, Escola em Tempo Integral e UTI são os focos da primeira entrevista de 2017 de Eduardo

Mostrando o dinamismo midiático de outrora, o prefeito de Brumado, engenheiro Eduardo Vasconcelos (PSB) concedeu, na manhã deste sábado (07) a sua primeira entrevista, a qual foi realizada nos estúdios da Rádio Alternativa FM. Tendo como âncora, o comunicador Natanael Pop, a entrevista durou pouco mais de uma hora, tendo inclusive a participação da população, que fez vários questionamentos importantes, os quais retrataram as principais expectativas dos brumadenses. Com a mesma fluência verbal de sempre, mostrando muita segurança em suas palavras, Eduardo, que vai para o seu terceiro mandato como chefe do executivo brumadense, não se furtou a responder as perguntas feitas pelos ouvintes. A principal delas tinha como mote o funcionamento da UTI, mas outros temas importantes como o esgotamento sanitário, a universalização do Ensino em Tempo Integral nas escolas municipais, a retomada das obras da FIOL também foram temas abordados. Sobre a UTI, ele garantiu que “esse é um dos grandes desafios de nossa gestão, pois o custo diário de uma UTI chega à casa dos R$ 500 mil, o que seria uma verdadeira sangria desatada, então, para que possamos fazer ela funcionar temos que usar a racionalidade e buscarmos a formação de um consórcio entre os 21 municípios pactuados, pois assim sendo o custo irá ser minimizado.
O prefeito Eduardo Vasconcelos não se furtou a responder os questionamentos feitos pela população.
Vamos lutar incessantemente pela formação do consórcio. Vamos lutar incessantemente nesse sentido para a que a nossa UTI possa estar funcionando ainda este ano, nem que seja de uma forma unilateral, pois esse foi um dos nossos principais compromissos assumidos durante a campanha”. Sobre a volta das obras da FIOL, Vasconcelos foi cirúrgico ao descrever que “com a constatação do poder de nossas reservas de minério de ferro, que hoje já superam Caetité, já corremos atrás nesse sentido, mas temos ciência que o principal gargalo da FIOL é a construção do Porto de Ilhéus, então o governo deverá nos próximos dois anos ter esse foco, mas também não iremos descansar enquanto as obras não forem retomadas”. Já sobre os questionamentos sobre a construção do sistema de esgotamento sanitário, o gestor foi visceral em garantir que “a Embasa tem 40 anos que vem comendo o filé e deixando os ossos aqui na nossa cidade, então está na hora dela cumprir a sua parte, pois caso isso não aconteça não iremos, em hipótese alguma, renovar a sua concessão”. Por fim, ele que é defensor fervoroso do municipalismo falou sobre o convite para compor uma chapa que irá disputar a presidência da UPB citando que “eu tive que declinar do convite, pois quero me dedicar inteiramente à missão que o povo de Brumado me concedeu. Agradeço a confiança, mas continuarei, mesmo que for a distância, defendendo a bandeira do municipalismo”.
Por Daniel Simurro.

Continue Reading
You may also like...

Deixe seu comentário

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

More in Bahia

To Top
seja bem vindo no watzap do portal condeuba