Connect with us

portal Condeúba

Condeúba: São João nas Comunidades, ainda mantém a tradição das fogueiras

Noite de 23 de junho de 2017, este é o dia marcado para acender as fogueiras juninas, precisamente às 18:00 horas começam a botar fogo nas fogueiras, assim que acender começa então a queima de fogos de artifícios que vai desde chuvinha, vulcão, pega-moleque, cobrinha, traque, bomba, foguetes, rojões e outros um sempre grita, “VIVA SÃO JOÃO BATISTA”!!! Os outros respondem VIVA!!!

Em seguida a família que tem a tradição de comemorar o São João, se reúne próximo da fogueira já acesa e faz uma oração, uns rezam um Pai Nosso com uma Ave Maria, outros rezam o Terço, e tem alguns que rezam o Oficio. Ao termino da oração a família faz uma fila e dá três voltas ao redor da fogueira para saudar o Santo dizendo viva São João, viva São Pedro, viva São Paulo e viva todos os Santos que serão vosso Papa. Isto é dito em agradecimento pela vida e a saúde da família. Este é o momento em que se concretiza o “ato de pular a fogueira”.

A noite do São João é muito rica, pois tem uma enorme fartura, começando pelo porquinho assado, acompanhado dos demais ingredientes da culinária baiana, tem as comidas típicas das festas juninas como pipoca, chá de amendoim, quentão, canjica, sarapatel, biscoitos de chiringa e chimango, bolos de vários sabores, sucos de vários sabores, bebidas em geral.

Este ano fomos acompanhar o São João numa Comunidade Quilombola a do Tamboril, lá em 2011 foi criado o “Fogueirão Comunitário”, depois que todos acendem suas fogueiras e fazem suas orações, aí vão acender o “Fogueirão Comunitário”, onde se processa o mesmo ritual, só que desta feita as orações e os agradecimentos são feitos pela e para a comunidade.

20170623_230155 - Cópia
Casamento Caipira
20170623_231620 - Cópia
Dança da quadrilha junina

Depois rumaram todos os familiares e muitos convidados para a sede da Associação dos Produtores Rurais que fica em frente, lá se deu início a festa com o tradicional casamento caipira e depois foi a vez de dançar a quadrilha junina muito bem marcada pelo professor Valdenor.

20170624_000412A banda Soares do Forró com Aline, Fernando e Sula

Para encerrar com muita alegria entrou no palco a animadíssima banda Soares do Forró que virou a noite e foi até as tantas horas da madrugada do dia seguinte. Um detalhe: A banda que é da Comunidade do Tamboril começou com o nome de Explode Coração, mudou para Paixão Baiana e agora como Soares do Forró, já está a seis anos no mercado musical, com três CDs gravados, atualmente a banda está composta por Sula Soares vocalista, Fernando Pereira no Teclado e Aline de Sousa fazem o côro.

20170623_234345 Comissão Organizadora Sra. Regina, Arlindo e o casal dona Creuza e Zé

A Comissão Organizadora da festa deste ano ficou por conta de Arlindo Brito, Zé de Creusa e dana Regina, que juntos providenciaram parceria com a comunidade para confeccionar o quentão, chá de amendoim entre outros que foram distribuídos gratuitamente para os participante. Nesta festa a banda deu mais um belíssimo show sem cobrar cachê para sua comunidade, parabéns a essa jovem banda Soares do Forró.

Mas o complemento da festa ficou para o dia seguinte 24/6 feriado de São João na mesma comunidade, porém desta feita num lugar chamado de Rua Vermelha. Onde foi cumprida mais uma etapa da tradicional levantada da Bandeira de Senhor São João Batista.

20170624_215005Sr. Clarindo Ribeiro tocando a “pé de bode” e a Sra. Maria Ribeiro 

Que começou com a busca da Bandeira na casa do Sr. Jovenito onde foi levantada a Bandeira no ano passado, e levar para a casa da Sra. Maria Ribeiro conhecida como Maria de Zezito. Este ato foi feito com a Companhia de Santo Reis do Tamboril liderada pelo Sr. Clarindo Ribeiro da Silva, ele que é o mais antigo e renomado executor de sanfona de oito baixos, a chamada “Pé de Bode”.

20170624_204117
Maria Ribeiro com a Bandeira puxando a fila

A Bandeira de Senhor São João foi à frente carregada pela Sra. Maria moradora onde foi levantado o Mastro, acompanhada pelos Reiseiros e todos os populares em seguida acompanhando o cortejo. A Companhia de Reis saem da casa cantando em agradecimento pela graça alcançada, e também pela promessa que acabou de cumprir.

20170624_204127
Momento do “Langa” condução da Bandeira de uma casa para a outra

Este ritual é feito acompanhado com uma dança rítmica, muita cantoria e na procissão as pessoas vão com velas acesas para clarear o caminho seguido pela Bandeira e também soltando chuvinhas, com muita queima de fogos de artifícios. Ao chegar ao destino final no caso foi na casa da Sra. Maria Ribeiro, os foliões continuaram cantando e dançando no terreiro da nova morada em louvor por aquela família. Este ato de buscar a Bandeira numa casa e trazer para a outra é chamado de Langa. Isto é muito significativo na história da Bandeira de Senhor São João Batista .

20170624_215114
Momento em que foi cantado o Reis da Lapinha

Em seguida os reiseiros cantaram o Reis da Lapinha na porta de entrada, logo após todos entraram para ajudar as mulheres rezar a Ladainha com um Pai Nosso e Ave Maria oferecido ao Senhor São João Batista. Ao final da reza da Ladainha, a Sra. Maria Ribeiro entoou o Hino de São João Batista.

20170624_220052
Momento em que a Sra. Maria Ribeiro encaixou a Bandeira no Mastro

Em seguida a Sra. Maria pegou a Bandeira e saiu em direção a frente da casa em procissão cantando e dançando acompanhada de uma grande queima de fogos de artifícios. Chegando onde já havia um buraco aberto no solo, os foliões pegaram o Mastro e a Sra. Maria Ribeiro encaixou a Bandeira que culminou com o seu respectivo levantamento.

20170624_220333
Um dos rapazes que subiram no Mastro

Depois de posto o Mastro no buraco muitos ajudaram a socar a terra fazendo alguns pedidos a São João Batista. Após estar bem firme o Mastro, dois rapazes subiram nele e foi até a ponta onde está a Bandeira e deu três voltas na mesma fizeram seus pedidos e depois desceram. Foi cumprido mais um ritual do levantamento da Bandeira do Senhor São João Batista neste ano na Comunidade do Tamboril que também é “Quilombola”.

20170624_221306
Vando Bahia vocalista e Zé Alves nos teclados

Para completar os festejos do levantamento da Bandeira, a Sra. Maria Ribeiro convidou todos os presentes e ofereceu a eles quentão, chá de amendoim e pipoca. O vereador Carlito José Pereira que é da mesma Comunidade, contratou o cantor Vando Bahia acompanhado do Tecladista Zé Alves que são de Mortubaba para fazer o forró e animar a festa que foi até altas horas da madrugada, acompanhados de um grande público. Parabenizamos a Sra. Maria Ribeiro por manter essa linda tradição histórica que é o levantamento da Bandeira do Senhor São João Batista.

Fotos: JFC

 

 

fonte:folhadecondeuba

Continue Reading
You may also like...

Deixe seu comentário

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

More in

To Top
seja bem vindo no watzap do portal condeuba