Connect with us

portal Condeúba

Brasil

Apaixonados um pelo outro, mãe e filho lutam pelo direito de se casarem

Apaixonados um pelo outro, mãe e filho lutam pelo direito de se casarem

Todos os dias vemos milhares de notícias, sendo de sua grande maioria, noticias que nos chocam de certa forma. É muito comum, quando se trata do amor, do relacionamento de duas pessoas que se amam, alguns casos de grande diferença de idade. Que por si só já chamam muita a atenção e as vezes até revolta, dependendo dessa diferença.

Porém, um caso que não é muito noticiado aconteceu em Novo México, nos Estados Unidos, onde uma mãe e seu filho se apaixonaram e lutam pelo direito de ficarem juntos.

O caso absurdo ganhou grande proporção no lugar e nas redes sociais, isso porque o incesto chamou muita atenção, pelo fato do ‘casal’ não terem medo de mostrar o que sentem um pelo outro.

A mãe se chama Monica Mares, e teve seu filho, Cabeb Peterson, ainda na adolescência, com apenas 16 anos de idade. Quando Cabeb nasceu, Monica o entregou para a adoção, por sua pouca idade, mas um tempo depois ela reencontrou seu filho. E acabou surgindo entre eles um sentimento de amor, um amor além do que existe entre mãe e filho.

O caso absurdo ganhou grande proporção no lugar e nas redes sociais, isso porque o incesto chamou muita atenção, pelo fato do ‘casal’ não terem medo de mostrar o que sentem um pelo outro.

Apaixonados um pelo outro, mãe e filho lutam pelo direito de se casarem

Assim segundo ela, foi amor à primeira vista, e quando se encontraram, ambos deram as mãos e se beijaram.

“Nós demos as mãos e acabamos nos beijando. E o beijo levou a outras coisas”, conta a mãe, que hoje, junto com seu filho, luta pelo direito de se casarem legalmente.

Então segundo Monica, ela apenas conheceu alguém e se apaixonou, e que o fato não teria ocorrido se ela o tivesse criado e não entregado para adoção.

Pois segundo ela, foi amor à primeira vista, e quando se encontraram, ambos deram as mãos e se beijaram.

“Nós demos as mãos e acabamos nos beijando. E o beijo levou a outras coisas”, conta a mãe, que hoje, junto com seu filho, luta pelo direito de se casarem legalmente.

Mas segundo Monica, ela apenas conheceu alguém e se apaixonou, e que o fato não teria ocorrido se ela o tivesse criado e não entregado para adoção. E vocês o que acharam ??

fonte:brasilacontece.

Continue Reading
You may also like...

Deixe seu comentário

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

More in Brasil

To Top
seja bem vindo no watzap do portal condeuba